Publicado por Agnes Rafaela
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Uma alimentação saudável e balanceada é o segredo para ter um hábito de vida saudável, isso claro, aliado a prática de exercícios físicos. Escolher cautelosamente o que comer é importante para obter os benefícios que certos alimentos trazem à saúde.

Uma dieta gostosa e cheia de benefícios com a castanha-do-pará

Foto: Reprodução

 

Dentre diversos alimentos que ajudam a prevenir doenças entre outros fatores favoráveis, está a castanha-do-pará. Ela é um alimento típico do Brasil, que provém das regiões norte e nordeste. Além de ser um alimento considerado apetitoso por muita gente, é rico em vitaminas C e E, ômega 3 e diversos outros nutrientes que ajudam a manter o equilíbrio do organismo.

A castanha-do-pará pode ser associada a vários benefícios. A presença de ômega 3 melhora memória, concentração, habilidades motoras, capacidade de reflexo, reduz  o estresse, previne doenças degenerativas e diminui riscos de doenças cardiovasculares. O ácido ascórbico (vitamina C) é uma molécula que ajuda o sistema imunológico e promove mais resistência à ossos e tendões. Já a vitamina E, que engloba oito diferentes substâncias, protege contra inflamações das articulações, melhora a circulação sanguínea e é essencial para a formação dos gametas sexuais.  Ela também é fonte de magnésio, que atua no funcionamento de células e nas atividades musculares e cardíacas.

Outra substância presente na castanha-do-pará à qual deve ser dada atenção é o Selênio, que é um semi metal que melhora a imunologia do organismo, como prevenção de câncer, previne doenças cardiovasculares e é fundamental para a formação do hormônio ativo no funcionamento da tireoide, o chamado T3. Por ter propriedade antioxidante, combate radicais livres que promovem o envelhecimento da pele, e juntamente com a vitamina E, contribui com a elasticidade dos tecidos. O selênio também evita a degeneração celular, por envolver a membrana da célula. Contudo, é bom ficar atento, o excesso deste mineral pode trazer malefícios à saúde, sua ingestão exagerada pode causar intoxicações, transtorno musculares e neurológicos, queda de unhas e deixar o cabelo esfacelado.

Estudos realizados na Nova Zelândia mostram que consumir duas castanhas ao dia traz um nível adequado de selênio no sangue.  Eles revelam ainda que a falta do selênio traz um risco maior de doenças e alterações imunológicas.

Os brasileiros têm uma fonte rica e barata de selênio na castanha-do-pará e consumindo uma castanha por dia, um adulto supre a necessidade do nutriente em seu organismo. E por ser um alimento simples, pode ser adicionada na alimentação de diversas formas, seja pura, trituradas em farinha e colocada na comida, com doces, etc.

Sendo assim incluir o consumo da castanha de forma apropriada no dia a dia é uma importante ação a se considerar. Pois assim, é possível aproveitar todos os benefícios antioxidantes e de cuidados com a pele que esse alimento proporciona.

Veja mais!