Publicado por Wanessa Galvão
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Forte no combate a dores musculares e com grande poder cicatrizante, a planta catinga de mulata está sendo cada vez mais consumida em forma de chá, apesar de seu uso externo ser mais difundido. Pessoas com problemas com vermes e piolhos são as mais beneficiadas com o consumo do chá da planta.

Planta catinga de mulata - Benefícios de seu chá

Foto: Reprodução

A planta

A planta catinga de mulata é conhecida pelo Brasil por outros nomes como Erva de São Marcos, Atanásia e Tanaceto, e além de ser muito utilizada por aqui é comumente utilizada nos países europeus e asiáticos e na América do Norte.

Quando atinge a maturidade a planta, que cientificamente chama-se Tanacetum Vulgare L., atinge cerca de 1 metro e dá origem a muitas flores amarelas. São conhecidas variações da catinga de mulata, e cada uma possui características bem específicas, por isso tome cuidado com a procedência da erva.

Benefícios

O uso externo da planta catinga de mulata contribui para a cura acelerada de furúnculos, psoríase e feridas, assim como afasta piolhos.

Já a ingestão do chá da planta é usada nos tratamentos contra gota, reumatismo, aerofagia, bronquite, dismenorreia e problemas nos rins.

O chá também alivia as dores nas articulações e nos músculos, além de ser muito eficaz no combate a vermes intestinais, principalmente contra a conhecida lombriga. Quem sofre com asma e taquicardia é beneficiado com o consumo do chá, que também é parceiro das mulheres no período menstrual, pois alivia as cólicas típicas do período.

Na plana são encontradas substâncias antioxidantes, os flavonoides, que impedem o envelhecimento precoce das células e uma grande quantidade de vitamina C.

Como consumir a catinga de mulata

Apesar de serem mais conhecidas as propriedades do uso externo da planta catinga de mulata, a ingestão da mesma em forma de infusão está se tornando cada vez mais comum. Quando administrada em forma de chá deve ser evitada por gestantes, lactantes e crianças menores de 2 anos. Aprenda a fazer o chá:

  1. Ferva um litro de água filtrada e desligue o fogo;
  2. Coloque duas colheres de sopa da erva seca na água, mexa e tampe a panela;
  3. Mantenha o chá abafado por cerca de dez minutos antes de coar;
  4. Beba duas xícaras por dia, sem adoçar ou adoçado com mel.

Veja mais!