Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Geralmente, a dor de barriga surge por cima do órgão afetado e, por este motivo, é necessário tentar identificar o local da dor. Por exemplo, em caso de dor na barriga na parte de cima, o incômodo pode estar relacionado com o estômago e o tratamento deve ser feito com um medicamento para este órgão.

No entanto, nem sempre o local exato da dor é facilmente localizado e ela pode começar num órgão e irradiar para outro.

Uma das principais causas para a dor de barriga é a alimentação. Neste artigo, saiba quais são os alimentos que mais causam este problema.

Alimentos que mais causam dor de barriga

Os alimentos que mais provocam dores de barriga são aqueles consumidos crus, mal passados ou mal lavados. Estes alimentos podem estar repletos de micro-organismos que inflamam o intestino e provocam sintomas como dores abdominais, diarreias e vômitos.

Os alimentos que mais causam dor de barriga

Foto: Depositphotos

Confira a seguir uma lista dos alimentos que mais causam dor de barriga:

Ovos crus ou mal passados

Os ovos crus ou mal passados podem estar contaminados com a bactéria Salmonela, que provoca graves sintomas de infecção intestinal, incluindo dor de barriga, febre, diarreia intensa, dor de cabeça e sangue nas fezes.

Para prevenir o problema, é necessário sempre consumir ovos bem passados e evitar a utilização de cremes e molhos com ovos crus.

Enlatados

Os enlatados – como palmito, salsicha e picles em conserva – podem estar contaminados com a bactéria Clostridium botulinum, que causa o botulismo.

Para prevenir a doença, é necessário evitar o consumo de alimentos em conserva que estejam com as latas estufadas ou amassadas. O alimento também deve ser descartado caso o líquido da conserva esteja turvo e escuro.

Sushi e frutos do mar

Consumir peixes e frutos do mar crus ou mal armazenados pode causar infecções intestinais que causam náuseas, vômitos e diarreias.

Para evitar a contaminação, é necessário evitar o consumo de sushi em locais desconhecidos e com má higiene, peixes velhos e ostras sem estarem refrigeradas.

Leite não pasteurizado

O leite não pasteurizado contém diversas bactérias que podem causar infecções intestinais e sintomas como dor de barriga, vômitos e diarreias.

Por este motivo, é importante sempre consumir leite pasteurizado, que é vendido refrigerado nos supermercados, ou leite UHT (leite de caixinha).

Saladas cruas

As saladas cruas podem estar contaminadas caso os vegetais não sejam bem lavados e higienizados. O consumo de frutas e vegetais crus pode ser um risco principalmente para crianças e gestantes, que têm maiores chances de serem acometidas por doenças transmitidas pelos alimentos, tais como a cisticercose e a toxoplasmose.

Para evitar o problema, é necessário sempre lavar muito bem todos os vegetais.

Maionese e molhos

A maionese e molhos caseiros que são feitos com ovos crus ou que passam muito tempo fora da geladeira são ricos em bactérias que podem causar infecção intestinal.

Assim, é necessário evitar o consumo destes alimentos, especialmente em estabelecimentos que deixam os molhos fora da geladeira.

Veja mais!