Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A árvore Melaleuca alternifólia pode chegar até os seis metros de altura, mas permanece por anos na forma de um arbusto por possuir um crescimento muito lento. Nativa da Austrália, a planta é usada há muitos anos pelos aborígenes para tratar ferimentos de pele.

Óleo de melaleuca - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios

Obtido por meio da extração do arbusto, o óleo de melaleuca também é conhecido como óleo tea tree. É usado na aromaterapia para combater bactérias, fungos e vírus, e pode, devido à baixa toxicidade, ser aplicado puro sobre a pele.

Sua ação antisséptica é eficaz, pois devido à sua complexidade química com mais de 100 componentes, as bactérias não conseguem identificá-los e criar resistência contra todos eles. Alguns estudos demonstraram que o óleo de melaleuca é eficaz contra diversas bactérias e causadores de doenças como:

  • Malassezia pachydermatis: causadora de dermatite seborreica e micoses principalmente em cães e gatos;
  • Staphylococcus aureus: bactéria hospitalar que mata pacientes em todo o mundo e não responde aos antibióticos;
  • Trypanosoma brucei: causador da doença do sono;
  • Trypanosoma cruzi: causador da doença de Chagas;
  • Candida albicans: causador da candidíase;
  • Leishmania major: causador da Leishmaniose.

Outra aplicação comum nos dias de hoje é na odontologia, para tratamento de doenças bucais e prevenção da cárie.

Esteticamente falando, o óleo tea tree pode ser usado em shampoos que são empregados no tratamento de caspas e piolhos, apresentando um excelente resultado. Outra aplicação na cosmética, é em produtos de pele, pois pode eliminar coceiras, verrugas, micose, pé de atleta, assaduras, sarampo, oleosidade da pele, regenerar a pele saudável, melhorar a condição de queimaduras, bolhas e descamação da pele. Além disso, quando diluído, o óleo beneficia os poros nas condições de acnes e na remoção das manchas causadas por elas. Quando combinada com gel de babosa, a planta pode ser usada com mais potência para combater fungos e micoses.

Como usar?

O óleo deve ser usado, em casos de problemas de pele, sendo aplicado diretamente na área prejudicada, com massagens para que a penetração dos poros seja mais ágil e limpe as secreções. Caso você seja picado por insetos, faça o mesmo procedimento, mas use maior pressão de forma a limpar internamente a região afetada. Nos cabelos, a aplicação pode ser feita misturada à cremes e shampoos.

Contraindicações e efeitos colaterais

O óleo não deve ser consumido por via oral, apenas ser usado externamente. Em raros casos, foram relatadas irritações com o contato direto com a pele, ocasionando em dermatite de contato alérgico.

Veja mais!