Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Árvore da família Winteraceae, proveniente do Brasil, Chile e partes da Argentina, a casca d’anta é usada com fins medicinais. Seu nome, inclusive, é casca d’anta devido à lenda que remete aos seus fins medicinais. De acordo com ela, quando ficam doentes, as antas recorrem a essa planta para se curar. Em lugares como a Costa Rica, a casca é mastigada para curar dores de dente. A planta, com outro nome pelo qual é conhecida, casca de winter, é responsável por salvar tripulantes do navio de Sir Francis Drake diante de uma epidemia de escorbuto que afetou a todos no ano de 1557.

Casca d’anta - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

De sabor ardente e cheiro aromático, a planta também é conhecida como caataia, canela amarga, casca-de-anta, cataia, pau-pra-tudo, capororoca-picante, melambo e casca de winter. Chegando a 3 ou 4 metros de altura, a planta é um arbusto com casca de coloração vermelho-furrigínea ou cinza e possui flores brancas e grandes. Sua parte usada para fins medicinais é a casca.

Benefícios e propriedades

O uso de casca d’anta é aplicado para tratamento homeopático de hemorragias uterinas, anemia, tônico, fraquezas, dispepsias, flatulência, impotência sexual e cólica intestinal. Possui ação diurética, estomáquica, antiespasmódica, antiescorbútica, laxante, antidiarreica e sudorífica. Seus princípios ativos envolvem uma resina, um óleo etéreo e uma matéria gomosa.

Como preparar?

Para preparar o chá, use a proporção de uma colher de sopa de casca d’anta para cada meio litro de água. Coloque a água em um recipiente, e em seguida coloque as cascas.  Leve a mistura ao fogo e deixe cozinhar por cerca de 8 a 10 minutos. Passado esse tempo, retire do fogo, tampe e deixe repousar por mais dez minutos. Em seguida, coe e consuma. O chá pode ser consumido quente ou gelado. Tome de duas a três xícaras ao dia.

Precauções e modo de uso

A dose indicada é de 6 g da casca para cada copo de água fervente. É importante que a dose recomendada seja respeitada e que o seja suspenso caso haja hipersensibilidade.

Veja mais!