Tratamentos caseiros para esporão no calcanhar

O esporão no calcanhar nada mais é do que uma má formação no osso do calcâneo, uma condição degenerativa (artrite ou artrose) que faz ocorrer então uma inflamação no tecido que recobre os músculos da sola do pé.

Tratamentos caseiros para esporão no calcanhar

Foto: Reprodução

Esta enfermidade acomete principalmente mulheres de faixa etária entre 40 e 50 anos que, no geral, praticam atividades físicas como caminhada ou corrida ou até mesmo aquelas que trabalham muitas horas em pé. O sobrepeso também é um fator que contribui para o ocasionar o esporão.

A planta do pé do ser humano é composta por fáscias e músculo. O que acontece é que o estresse canalizado nesta área acaba ocasionando uma fissura ou até mesmo inflamação na parte rígida do pé, a chamada fáscia, através do estiramento deste local. Algumas das causas para que isto aconteça é a retração do tendão de aquiles ou pés com curvatura anormal.

Sintomas do esporão no calcanhar

Sem causas visíveis como inflamações aparentes, vermelhidão ou inchaço, o único sintoma que o enfermo apresenta é a dor. Essas dores, caracterizadas como fortes e pulsantes na área plantar do calcanhar, podem apresentar sinal logo no início do dia, aos primeiros passos. Também podem ocorrer durante o calçamento de sapatos ou até mesmo durante o repouso. A radiografia é de extrema importância quando se trata de diagnóstico desta enfermidade, seguido de um exame físico adequado feito por profissionais.

Formas de tratamento

Para tornar a dor mais amena, há várias opções. Pode-se imobilizar o calcanhar com faixas, utilizar-se de palmilha especial, ou fazer uso de medicamentos derivados de corticoides ou analgésicos. Entretanto, também há uma opção menos agressiva ao corpo e mais saudável, que promete fazer o mesmo efeito que os outros métodos: a medicina natural. Eis abaixo algumas dicas úteis, caseiras e baratas que contribuem para a melhoria desta doença.

Remédios caseiros

CATAPLASMA DE ESPINAFRE:

Amassar folhas de espinafre até obter seu “suco” e aplicar sobre o local necessitado apertando com uma faixa. Deixar agir por vinte minutos e enxaguar com água morna.

EMPLASTRO COM AROEIRA:

Amoleça folhas de aroeira através de fervura. Rale uma raiz de gengibre (tomando cuidado, pois em demasiada quantidade pode causar ardência na pele). Por fim, mistura-se as folhas fervidas de aroeira com o gengibre e álcool em gel. Aplicar com compressa de gaze ou pano limpo . Aplique no local e enrole com uma faixa. Deixar agir, de preferência, da noite para o amanhecer.

Escrito por: Helena Silva

Categorias: Doenças