Publicado por Ana Ligia
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Que o chá verde é uma benéfica e popular bebida não é mais nenhuma novidade. Mas a “grande nova” é que uma recente pesquisa feita por cientistas brasileiros comprova que o chá pode ser um importante aliado no combate ao zika vírus.

A substância epigalocatequina galato (EGCG) é encontrada na planta e já é conhecida pelo seu poder de inibir a atividade de diversos tipos de vírus, como a influenza, hepatite e HIV. Os cientistas do Laboratório de Estudos Genômicos da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) e o Departamento de Doenças Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) comprovaram que ela poderá ser uma futura arma contra o zika vírus.

A pesquisa confirmou que a EGCG consegue bloquear o vírus nas células do corpo e não possui nenhum tipo de efeitos tóxicos ou colaterais. Essa é uma importante descoberta, pois é mundialmente o primeiro resultado eficaz em relação a um inibidor da doença.

Pesquisa revela que chá verde pode inibir o zika vírus

Foto: Pixabay

Benefícios do chá verde

Além de ser esse poderoso inibidor de vírus tão potentes, o chá verde possui outros diversos benefícios para a saúde. Além de ajudar a emagrecer, a bebida ainda possui propriedades antioxidantes que ajudam a retardar o envelhecimento celular, sendo um ótimo ingrediente para quem quer manter a aparência da pele sempre jovem e saudável.

Algumas doenças degenerativas como a artrose e aterosclerose são mais difíceis de serem contraídas em pessoas que consumem o chá verde. Além dessas, a bebida também ajuda a prevenir outras enfermidades como o câncer.

O uso em excesso da bebida pode trazer alguns efeitos colaterais, graças à sua grande quantidade de cafeína. Palpitações, tonturas, insônia, pressão desregulada e problemas estomacais como úlceras, podem ser desenvolvidos em pessoas que consomem o chá verde de forma compulsiva.

Veja mais!