Publicado por André Luiz Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

De nome científico leonurus cardíaca, a planta agripalma é também conhecida como orelha-de-leão, cardíaca, erva macaré e rabo de leão. A mesma é vendida em lojas de produtos naturais e também em feiras livres, tanto na forma de cápsulas como tintura.

Originária da região da Europa Central, Escandinávia, Ásia e Rússia, a mesma foi disseminada por várias regiões do Planeta. Em decorrência das suas propriedades e benefícios medicinais, este vegetal é usado desde a Roma Antiga.

As propriedades e benefícios da agripalma

A mesma tem sua aplicação, sobretudo, para combater a ansiedade, transtornos cardíacos, palpitações, insônia, taquicardia, pressão alta, cólicas e irregularidades menstruais, nervosismo, sintomas do climatério e problemas da tireoide.

Os benefícios da agripalma para o organismo humano

Foto: Reprodução/ internet

Já as propriedades medicinais desta planta correspondem ao seus efeitos: tônico, relaxante carminativo, uterino, hipotensivo, estimulante, diaforético, tônico cardíaco e antiespasmódico.

Formas de consumo

Se consumida por meio de tintura, a ingestão deve ocorrer de 6 ml a 10 ml do líquido em uma xícara com água duas vezes ao dia. Em cápsulas, o consumo da agripalma deve ser de 500 mg de duas a três vezes por dia. Já o chá da erva, deve ser preparado com duas colheres de café da planta seca em uma xícara com água fervente. Após coado, o líquido deve ser ingerido duas vezes ao dia.

Agripalma e seus efeitos colaterais e contraindicações

Absolutamente contraindicada para mulheres gestantes, a planta é conhecida por sua capacidade em poder provocar aborto ou ainda alterações na menstruação da mulher. Pacientes que realizam tratamentos com medicamentos sedativos também estão vetados de consumir este vegetal.

Igualmente a todo tratamento natural, o realizado com a planta agripalma também deve ser, antes de iniciado, orientado por um profissional médico. O consumo excessivo desse vegetal pode acarretar em transtornos e problemas no corpo humano. É preciso estar atento para não acabar favorecendo a superdosagem dessa erva.

Veja mais!