Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A mirra, de nome científico Commiphora myrrha, é uma árvore de pequeno porte, repleta de espinhos, proveniente de regiões semidesérticas do Oriente Médio e do nordeste da África. De aroma quente, apimentado e amargo, é utilizada, desde tempos remotos, na aromaterapia como um incenso para inspirar oração, meditação e para fortalecer o espírito.

O óleo essencial de mirra é extraído a frio da resina da planta e consegue manter as principais propriedades físico-químicas presentes em sua composição. Hoje, o óleo de mirra é usado como ingrediente em loções corporais, perfume, xampus e demais cosméticos.

Óleo de mirra - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

As propriedades terapêuticas

Dentre as propriedades terapêuticas presentes na mirra, podemos citar as seguintes:

  • Antisséptica;
  • Anti-inflamatória;
  • Antibacteriana;
  • Antifungos;
  • Descongestionante;

Os benefícios e as indicações de uso

Devido às suas propriedades terapêuticas, o óleo de mirra possui a capacidade de conter a degeneração dos tecidos, atuando interna e externamente, evitando o envelhecimento celular e proporcionando uma pele e unhas mais saudáveis e bonitas. O óleo da planta também se mostra bastante eficaz nos casos de gangrena, furúnculos, ulcerações cutâneas, rachaduras nos pés, dentre outros problemas que podem atingir a pele.

E os benefícios do óleo essencial de mirra não param por aí! Este óleo ainda protege o nosso organismo de doenças como bronquite, resfriados, inflamações na garganta, faringite, acúmulo de catarro e doenças pulmonares. Também é ótimo para todos os problemas da boca e gengiva, é um tônico para o estômago, controla a diarreia e alivia a flatulência, as hemorroidas e a acidez.

A mirra também aparenta possuir um efeito revigorante nos casos de sensação de fraqueza, apatia e desânimo, além de um efeito calmante sobre os ânimos alterados.

Como usar o óleo de mirra?

O óleo de mirra tem aplicação alimentícia, cosmética e farmacêutica. A recomendação de uso deste óleo é ingeri-lo in natura, podendo ser utilizado sobre saladas e pratos frios. É um produto impróprio para ser utilizado no preparo de frituras. Ao ser misturado a hidratações e máscaras capilares, este óleo maximiza a hidratação dos fios, fortalecendo-os e deixando-os mais brilhantes.

Contraindicações e cuidados

O óleo de mirra é contraindicado apenas em casos de intolerância individual. Para saber se você pode utilizar o óleo sem problemas, faça um simples teste de sensibilidade: aplique uma pequena quantidade do produto na região interna do braço e aguarde aproximadamente 1 hora. Caso perceba qualquer reação indesejada, interrompa o uso imediatamente.

Veja mais!