Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A planta medicinal conhecida pelo nome de manjerona, ou ainda manjerona inglesa, pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação. A erva, bastante semelhante ao orégano, é usada comumente como tempero, mas com suas folhas pode ser preparado também um chá e óleos que ajudam a tratar diversos problemas de saúde.

Segundo a lenda, o filho de um Rei do Chipre, príncipe Amáraco, era muito dedicado à criação de perfumes e fragrâncias, e um certo dia conseguiu desenvolver um perfume jamais visto antes, com um cheiro suave e agradável. Quando carregava o jarro com o perfume, entretanto, deixou cair no chão e perdeu o perfume. Ele, triste pela perda, acabou definhando até morrer.

Os deuses do céu sentiram pena e criaram uma planta com seu corpo sem vida, que era muito aromática, a manjerona, conhecida em alguns lugares como amáraco. Apesar de ser uma lenda, a planta é realmente bastante aromática.

Manjerona: benefícios e propriedades medicinais

Foto: Reprodução/ internet

Benefícios e propriedades medicinais

A manjerona além de bastante aromática é repleta de benefícios à saúde. Por conter em sua composição alguns óleos essenciais como p-cimeno, beta-pineno, terpineno, terpineol, linalol, taninos e mucilagem, a planta carrega muitas propriedades medicinais, atuando como expectorante, antioxidante, analgésico, afrodisíaco, aromático, revigorante, estimulante, digestiva e antiespasmódica.

Ajuda, portanto, no tratamento da diarreia, apatia, baixa libido, cansaço, contusões, reumatismo, cólica menstrual e intestinal, herpes genital, bronquite, tosses, resfriados, gripe, asma, flatulência, falta de apetite e má digestão.

Também é eficaz como um relaxante, pois combate a ansiedade e a insônia, além das dores de cabeça frequentes e a depressão. O consumo, entretanto, deve ser contínuo.

Como consumir?

Para preparar o chá, você vai precisar de:

– 1 litro de água
– 2 colheres de sopa de manjerona

Coloque a água em uma chaleira e leve ao fogo. Adicione a erva e deixe até começar a ferver, e então conte 10 minutos. Depois desse período, desligue o fogo e tampe, deixando até amornar. Quando isso acontecer, coe e adoce a gosto, consumindo em seguida.

A dose indicada para o aproveitamento dos benefícios é entre duas e três vezes ao dia.

Contraindicações e precauções

Sempre antes de consumir qualquer medicamento, mesmo que natural, é importante que você procure orientação médica, evitando dessa forma interações medicamentosas, entre outros problemas. O consumo do chá de manjerona está contraindicado para pacientes gestantes e lactantes.

Quando consumida em excesso, a planta carrega um efeito colateral: dores de cabeça.

Veja mais!