Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

O espinafre, de nome científico Spinacia oleracea, é uma erva daninha que passou a ser consumida como alimento. A planta anual é originária do centro e do sudeste da Ásia e pertence à família das amarantáceas e cresce até aproximadamente 30 cm de altura. Possui ainda folhas alternadas e simples apresentando-se em formatos maiores na base da planta e menores no topo.

A planta é muito famosa graças ao personagem Popeye – que a consome e fica instantaneamente forte – e, além disso, nos Estados Unidos era colocada pelos pais junto ao leite dos filhos para que este ficasse enriquecido com ferro. No entanto, esse hábito não é recomendado, pois existem substâncias tóxicas e antinutricionais que não devem ser consumidos por crianças – e que, inclusive, na época, causou a morte de algumas delas.

Espinafre - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades

O espinafre é rico em vitamina A, B1, B2, B3, C, K, potássio, cálcio, fósforo, enxofre, sódio, magnésio, cloro, silício e ferro. Seu consumo é benéfico também por ser rico em fibra dietética, auxiliando na digestão, prevenindo a prisão de ventre e melhorando os níveis de açúcar no sangue.

A presença de flavonoides é auxiliar ainda no combate ao câncer, e a neoxantina e a violaxantina são potentes anti-inflamatórios presentes neste alimento que auxiliam na regulação da inflamação. Pode ser auxiliar na prevenção de osteoporose, aterosclerose e hipertensão. O consumo é auxiliar ainda no combate à pressão alta e na proteção dos olhos contra a catarata, além de aumentar a imunidade combatendo a entrada de infecções.

Por ser rico em vitamina A, o espinafre promove a saúde da pele mantendo somente a retenção de umidade necessária e combatendo a acne, as rugas, a psoríase e a queratinização. Este, quando consumido, devido à vitamina K, auxilia na saúde do sistema nervoso e nas funções do cérebro, prevenindo doenças que o atingem.

Contraindicações e precauções

O espinafre, apesar de ser consumido livremente refogado, como salada, entre outras formas, possui, como qualquer outra planta medicinal, algumas contraindicações. Esse medicamento natural é contraindicado para pacientes com problemas do fígado e dos rins, assim como inflamações do tubo digestivo e das vias urinárias. É preciso, sempre que for iniciar um tratamento com medicamentos naturais ou industrializados, consultar um médico para analisar as suas condições de saúde.

Os malefícios do espinafre

O espinafre, apesar de ser rico em cálcio e ferro, devido à presença de ácido oxálico, tem a absorção desses dois nutrientes impedida. Este elemento, além disso, pode prejudicar, segundo estudos, a absorção do cálcio consumido no leite e derivados.

Ainda, quando consumido em grandes quantidades, a planta possui antinutrientes que podem causar malefícios e efeito tóxico nas pessoas. Alguns desses males são um possível efeito tóxico nos rins e alguns sintomas como lesões corrosivas na boca e no trato intestinal – devido ao ácido oxálico.

Veja mais!