Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Sassafrás é uma planta que pode chegar aos 25 metros de altura. Com copa globosa e umbeliforme, sua folhagem tem coloração verde-escura, e seu tronco é, normalmente, tortuoso, podendo chegar aos 75 cm de diâmetro. Sua casca externa é castanho-acinzentada e possui lenticelas e cicatrizes que são provenientes da sua descamação em placas.

De nome científico Sassafrás albidum, o nome da planta é proveniente da palavra latina saxifraga, que significa “quebra pedras”, nome derivado de sua origem.

O óleo extraído das suas raízes é comumente usado na fabricação de perfumes e na fabricação de refrigerantes (mas esse uso foi proibido), além da sua utilização no norte do Espírito Santo e no sul da Bahia para engrossar molhos. Em Itaúnas, sua utilização era outra: a fabricação de cachaça e cerveja. Segundo algumas crenças, o sassafrás é responsável por atrair dinheiro quando consumido regularmente. A planta pode ser encontrada em áreas em que há bastante umidade e pouco sol.

Benefícios e propriedades

A planta medicinal tem suas raízes utilizadas no preparo de um chá repleto de benefícios para a saúde. Seu chá é, normalmente, indicado para o tratamento de dores decorrentes da artrite, inchaços, erupções cutâneas, manifestações da sífilis secundária, reumatismo, além de ser um excelente depurativo do sangue, sudorifico e diurético. É, além disso, relaxante muscular e seu óleo essencial, quando diluído, ajuda a combater acnes, piolhos e outros parasitas.

Suas propriedades medicinais envolvem ainda sua ação como anódino, antirreumático, antisséptico, aromático, carminativo e diaforético. Pode ser usada também para tratar disenteria, psoríase, resfriados, sarampo, sumagre venenoso e outras doenças.

Chá de sassafrás - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Como recolher as raízes?

Antes de mais nada, tenha certeza de que a planta é realmente a sassafrás. Em seguida, se estiver em terreno particular, peça autorização para pegar suas raízes. Cave o chão em volta da árvore e corte pedaços de 5 a 7 cm das raízes. Em seguida, deixe secar por aproximadamente uma semana – ou até mais – mantendo-as em local fresco e seco para secar, e não ao sol.

Remova as cascas da raiz e corte a parte lenhosa. Em sua casca está a sua seiva, e é essa parte que deve ser usada.

Como preparar o chá?

Para preparar o chá de sassafrás, você vai precisar de:

– 2 colheres de sopa das raízes
– 1 litro de água

Em um recipiente, coloque a água e as raízes e leve ao fogo. Aguarde alcançar o ponto de fervura e, a partir disso, cronometre 3 ou 4 minutos deixando cozinhar. Passado esse período, desligue o fogo e tampe, deixando a mistura repousar por, aproximadamente, dez minutos. Em seguida, coe e consuma.

A dose indicada é entre duas e três xícaras de chá ao dia.

Contraindicações e precauções de uso

Se consumo é muito benéfico, mas em grandes quantidades pode ter efeito narcótico, devendo ser usado somente com orientação médica e em doses moderadas. É totalmente contraindicado para gestantes, além de mulheres em fase de lactação – pois diminui a produção do leite materno.

Veja mais!