Publicado por André Luiz Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Tosse, espirro, congestão nasal e em alguns casos até dor no corpo e febre. Você já deve ter percebido que esses são os sintomas mais comuns da gripe, não é mesmo? Pois bem. Ninguém merece ficar com esses sintomas por muito tempo. Assim, é primordial agir e buscar todos os métodos existentes para a cura dessa doença viral tão chata. Por isso, apresentamos o chá de couve.

Entre tantos naturais métodos medicinais para o combate à gripe ou resfriados existe também essa bebida feita a partir da infusão das folhas de couve.

Hortaliça

Abundante de nutrientes, a couve estimula a atividade antioxidante, anti-inflamatória e ainda é eficaz no combate ao surgimento de tumores no organismo, além de ser eficiente na prevenção de cálculos renais e gastrite. Se a espécie for a chamada de couve-manteiga, tenha certeza que os benefícios vão ainda mais além, pois esta além de ser rica em vitaminas C, E e K, é também fonte de minerais essenciais como ferro, fósforo, cálcio, selênio e magnésio.

Chá de couve para tratar a gripe

Foto: Reprodução

Por que o chá da couve age contra a gripe?

Quer saber esse “segredo”? Então a gente te conta. As folhas de couve são ricas em vitamina C. Isso mesmo! A vitamina C, ácido ascórbico (C6H8O6, ascorbato em sua forma ionizada), trata-se de uma molécula cujo papel é agir na hidroxilação de inúmeras outras a partir de reações bioquímicas nas células.

Forte na prevenção à gripe – cujo vírus causador dura entre três e cinco dias – e também fraqueza muscular e infecções, a vitamina C auxilia o sistema imunológico e a respiração celular, estimulando as glândulas suprarrenais e agindo na defesa dos vasos sanguíneos. O ácido ascórbico é também essencial para o bom funcionamento das células brancas do sangue, sendo eficaz na ação contra doenças infecciosas.

Receita do chá

Ferva 600 ml de água, derrame em um recipiente com 80 g de couve e em seguida tape-o por cerca de 2 minutos. Feito isso, coe e beba o chá entre quatro e seis vezes ao dia.

Veja mais!