Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A centella asiática é uma planta que cresce de forma espontânea em locais úmidos e sombreadas, sendo comumente encontrada em regiões do leste europeu, além de alguns países da América do Sul – como o Brasil e Venezuela. De origem cosmopolita, a planta é bastante comum no Rio de Janeiro. Este vegetal é refrescante, amargo e sua utilização deve-se se limitar as folhas.

Também conhecida como centelha asiática, centelha ou gotu kola, a centella asiática ficou bastante popular devido as suas propriedades para o emagrecimento e para prevenir o envelhecimento precoce, além de ser totalmente indicado para quem deseja tratar as celulites.

Propriedades e benefícios

O chá feito com essa planta atua como um excelente normalizador da circulação, agindo como vasodilatador, calmante, câimbras, refrescante, anticelulítico e preventivo de rugas. É um excelente diurético e pode ser usado no tratamento de dermatoses, eczemas, reumatismos, varizes, rachaduras na pele, psoríase, gordura localizada, pernas doloridas e pesadas, estimulando ainda a produção de colágeno.

Centella asiatica é refrescante, amarga e sua utilização deve-se se limitar as folhas

Foto: Pixabay

Formas de consumo

A planta pode ser consumida na forma de chá ou ainda em cápsulas. Ambas as formas podem ser encontradas em farmácias de produtos naturais. As cápsulas devem ser ingeridas em uma dose de duas com 66 mg cada uma, sempre após o café da manhã, almoço e a jantar.

Como preparar o chá

Para preparar o chá, você vai precisar de:

– Duas colheres de chá de centella asiática

– Dois litros de água

– Duas gotas de limão

Em um recipiente, coloque a água e adicione a erva. Leve ao fogo e quando começar a ferver, cronometre cinco minutos. Tampe o recipiente e deixe a mistura descansar em repouso por aproximadamente dez minutos. Depois disso, coe e consuma. A dose indicada é de até quatro xícaras por dia.

Contraindicações e precauções de uso

É essencial que, antes de consumir a centella asiática, assim como qualquer medicamento natural ou industrializado, você busque orientação médica. A ingestão diária não deve ser superior a 900 mg.

A planta é contraindicada para gestantes, mulheres em período de amamentação, além de pacientes que tenham úlcera gástrica, gastrite, insuficiência renal ou hepática.

Efeitos colaterais

O consumo da planta pode causar sensibilidade à luz e reações alérgicas, não devendo ser consumida por um período superior à seis semanas seguidas.

Veja mais!