Publicado por Débora Silva
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Normalmente descartadas por todos, as cascas que protegem a gema e a clara do ovo são muito nutritivas e ricas em cálcio. O ovo, em si, é um alimento proteico completo, apesar de ter sido considerado por muito tempo um vilão para a saúde. O ovo, apesar de tudo que falam, é rico em colina que, além de ser ótima para o sistema nervoso central, para a transmissão dos impulsos nervosos e para toda parte da membrana da célula, quebra a homocisteína, elemento importante na proteção contra as doenças cardiovasculares.

Cálcio

O cálcio, presente no ovo, também pode ser aproveitado em sua casca. Para isso, pode-se secá-las e tritura-las, e em seguida usar no preparo de alguns pratos.

Mineral essencial para a saúde, o cálcio auxilia na formação dos ossos e dos dentes, além de, em conjunto com elementos reguladores, garantir a manutenção do equilíbrio do organismo. O cálcio, quando consumido em excesso, é eliminado pela urina e pelas fezes, ou seja, não é um mineral residual. Desta forma, seu consumo excessivo pode trazer problemas de sobrecarga ao sistema digestivo e excretor.

O cálcio é essencial para a alimentação em diferentes quantidades no decorrer da vida. Quando a alimentação não tem o preenchimento da quantidade necessária de cálcio, pode comprometer a formação do tecido ósseo, induzindo desta forma à perda de sua densidade e causando osteoporose. Esta doença, ao contrário do que muitos pensam, não atinge apenas os idosos, mas adolescentes e adultos mal nutridos deste mineral.

Farinha de casca de ovo

Casca de ovo - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Você pode consumir a farinha em saladas, como complementos de diversos pratos e de muitas outras formas aplicáveis à culinária. Para prepara-la, após usar os ovos, reserve as cascas para que seja feita a higienização imediata.

Higienizar: coloque 1L de água fria e uma colher de sopa de água sanitária em um recipiente. Em seguida, coloque as cascas e deixe de molho por trinta minutos. Após este período, enxágue com água limpa, ou então deixe que o cloro evapore sempre avaliando o cheiro.

Farinha: Com as cascas devidamente higienizadas e secas, pegue um liquidificador. Coloque as cascas dentro, e bata até que fiquem quase em pó. Feito isso, pegue uma peneira fina, e passe todo o material das cascas. Este processo é realizado para separar a película da parte interna da casca. Armazene em um frasco ou saco fechado em temperatura moderada, em ambiente fechado, e não se esqueça de adicionar a data em que foi feita. Consuma em até seis meses.

Veja mais!