Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Pertencente à família das Araceae, o cálamo aromático é uma planta aquática com tronco subterrâneo e raízes chatas e finas. Com sabor amargo, a planta é originária da Índia e da África, mas pode ser encontrada por todo o mundo. Com tamanho de 60 a 150 cm, o cálamo aromático possui folhas estreitas e lanceoladas, e um aroma muito agradável, semelhante ao da tangerina.

Cálamo aromático - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades

O chá do cálamo aromático pode ser usado contra bronquites, catarro, tosse e problemas digestivos. Possui benefícios no combate à flatulência, ao vômito e ao raquitismo e, além disso, auxilia na digestão pesada e em caso de escassez de suco gástrico, ou de gastrite crônica, uma vez que elimina os gases presentes no sistema digestivo. Pode ser usado ainda como um relaxante muscular e como sedativo suave para o sistema nervoso, agindo no combate à halitose e gastrite de origem nervosa, à hiperazotemia, inchaços e icterícias. Entre seus princípios ativos encontramos os óleos essenciais R-asaronio, B-asaronio, acoronio, B-gurjunius, ZZ-deca-4, 7-dienal, além de resinas e taninos.

Contraindicações e precauções

O uso na forma de banhos ou de massagem corporal e o uso de óleos deve ser evitado por mulheres gestantes ou em fase de lactação, além de crianças menores de dois anos. É importante que o rizoma seja desidratado antes do consumo. Não consuma por longos períodos, pois pode causar câncer e é tóxico sobre o sistema nervoso central.

Quantidade indicada

Para adultos, a dose indicada é de 10 a 20 ml de tintura divididos em duas ou três doses diárias, sempre diluídos em água. Quando usada na forma de erva seca, use uma colher de sopa para cada xícara de água, até três vezes ao dia. Para os banhos, use 250g de rizomas secos ou 500g de rizomas frescos em infusão na água do banho.

Como usar?

Infusão: para preparar a infusão, use a proporção de 10g para cada meio litro de água. Coloque o rizoma na água e leve ao fogo. Ao alcançar a ebulição, deixe cozinhar por aproximadamente dez minutos. Em seguida, desligue e tampe, deixando descansar por dez minutos. Coe e adoce com mel ou adoçante. Para melhorar o sabor, use casca de limão. Consuma sempre após as principais refeições. É usado para problemas digestivos.

Para fins colutórios e hidropsia hepática, deve ser usada a proporção de 30g de rizoma para cada litro de água. Para clorose, use 40g para cada litro de água.

Decocção: a decocção pode ser feita com uma colher de sobremesa de pó de rizoma por copo de água. Deixe em água quente por cinco minutos, e deixe esfriar. Coe, adoce com mel e consuma três copos por dia, sempre após as refeições. Dessa forma, possui benefícios digestivos.

Veja mais!