Publicado por Katharyne Bezerra
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Chiococca alba, ou simplesmente cainca, é uma planta encontrada em todo o Brasil, mas é natural da Amazônia. Da erva, as folhas, caules, flores e até as raízes podem ser utilizadas, pois todas as partes possuem propriedades medicinais.

A Cainca

Planta originada da região Norte do Brasil, também é facilmente encontrada nos estados da Bahia e Minas Gerais. Mas sua história é antiga, pois há muitos anos é utilizada pela população indígena contra o veneno de cobras.

Além do nome científico, a Cainca também é conhecida por outros nomes, como cahinca, cruzeirinha, cipó cruzeiro, entre outros. O arbusto da planta pode ter entre dois a quatro metros de altura, elevando-se em matas virgens. O vegetal possui ramos cilíndricos, compridos e fracos. As folhas são pontudas e as flores possem a coloração branca amarelada.

Cainca é capaz de amenizar diversas doenças corporais

Foto: Reprodução/ internet

Benefícios e propriedades da planta

Planta de propriedades anti-inflamatória, antirreumática, diaforética, diurética, emenagoga, laxativa e pulmonar. Podendo ser usada no tratamento de pessoas com problemas urinários e inflamatórios. Além de pacientes com bronquite e dores corporais.

Em casos mais sérios, como a angina – estreitamento dos canais que conduzem o sangue para o coração -, a cainca age na redução dos sintomas. Isto é, ameniza as dores causadas no peito.

Também é indicada em casos de picadas de bichos peçonhentos, para pessoas que sofrem com prisão de ventre e é ideal para articulações e pernas inchadas, palpitação nervosas, retenção de urina etc.

Modo de usar

  • Para inflamações na garganta, faringe, laringe ou em casos de tosses, rouquidão e bronquite, é utilizada as cascas da raiz da planta. É necessário o cozimento de 10 g de raiz em um litro de água por um período de 15 minutos. Para obter melhores resultados, o aconselhável é a ingestão de duas a três xícaras por dia.
  • A infusão de 10 g de pó das raízes em um litro e meio de água resolve o problema caso ele seja relacionado ao colesterol, diabete, dores, prisão de ventre e reumatismo. E para quem pretende emagrecer, este chá é uma ótima pedida.

Dosagens do Chá

Uma outra opção é dosar a quantidade de pó de raiz dissolvido em água e utilizar nas refeições diárias. Para os adultos, pode ser usada de 10 a 20 ml divididos em duas ou três doses diárias, ou então duas gramas de erva seca de raízes cozidas até três vezes ao dia. No caso das crianças de 2 a 5 anos, a quantidade de 2 ml três vezes ao dia nas refeições é o ideal; De 5 a 8 anos, 3 ml três vezes ao dia; já de 8 a 12 anos, 4 ml três vezes ao dia é o indicado.

Veja mais!