Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Que o chocolate ajuda a promover a felicidade e diminuir o estresse, a gente já sabia, não é mesmo? Mas você sabia que o chocolate também pode ajudar o coração a funcionar de forma mais eficaz? A melhor forma, entretanto, é por meio do consumo do cacau em pó, sem açúcares, já que essa é a forma mais saudável do alimento. Além disso, rico em fibras, o cacau em pó conta ainda com vitaminas C e E, além de minerais, como o sódio, potássio e o ferro. Com a presença de antioxidantes, o alimento também ajuda a combater os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce.

Aqueles que estão de dieta, não precisam abrir mão do consumo do cacau, desde que em pó e sem açúcar, pois ele contém polifenóis, que ajudam na queima de gorduras. Melhora ainda o funcionamento do sistema cognitivo, ajudando a aumentar a produção de insulina no corpo e a controlar a pressão arterial. É o alimento que possui maior capacidade antioxidante, dentre aqueles que possuem flavonoides.

História do cacau

Imagem de grãos de cacau

Foto: Pixabay

Há muitos anos o cacau vem sendo usado para fins terapêuticos, sendo que a primeira indicação é datada de 1600 a.C. Os índios da região das ilhas da Costa do Panamá, os índios Kuna, usam o cacau e apresentam uma baixa incidência de HAS. Apresentam também uma menor taxa de mortalidade em decorrência de doenças cardiovasculares ao serem comparados com outros cidadãos. É claro que existem fatores ambientais e genéticos, mas há estudos que podem comprovar.

Estudos sobre o cacau

Um estudo realizado com mulheres no período da menopausa, mas sem diagnósticos de doenças cardiiovastulares mostrou, durante 16 anos, uma redução do risco de morte em decorrência das doenças cardiovasculares.

Além disso, o Zutphen Elderly Study, que foi realizado na Holanda, pegou uma amostra de homens idosos, porém saudáveis, e realizou um teste que revelou que houve uma redução da mortalidade em decorrência de doenças cardiovasculares no grupo que consumia mais cacau.

Além disso, algumas evidências experimentais podem comprovar que os alimentos que são ricos em flavanóis podem reduzir de forma intensa a pressão arterial tanto em humanos quanto em animais, principalmente no que se trata do cacau e de seus derivados. Os chocolates que apresentam efeitos positivos para a saúde cardiovascular são aqueles que apresentam níveis mais elevados de cacau. Os estudos, entretanto, ainda não alcançaram um consenso no que se refere à quantidade indicada de consumo diário. Os dados variam entre 6 g e 100 g ao dia.

Veja mais!