Publicado por Katharyne Bezerra
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Altamente conhecido em todo o Nordeste brasileiro, o cajueiro é uma planta que pode ser encontrada facilmente no litoral dessa região do país. É uma árvore grande, podendo atingir até 20 metros de altura. Possui troncos e galhos tortuosos, com folhas verdes e espaçadas. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o caju em si não é uma furta, mas sim a castanha que se prende até à extremidade da flor.

O caju é portanto um pseudofruto de casca fina, que pode ser amarela, laranja ou um pouco avermelhada. É rico em vitamina C e outros nutrientes essenciais para manutenção da saúde do corpo. Isso não quer dizer também, que as folhas e as cascas do cajueiro não podem ser aproveitadas. Pelo contrário, nestas partes podem ser encontrados muitos benefícios.

Propriedades do cajueiro

  • Adstringente;
  • Antiasmática;
  • Antidiabética;
  • Antidiarreica;
  • Anti-inflamatória;
  • Antioxidante;
  • Depurativa;
  • Diurética;
  • Expectorante;
  • Tônica;
  • Vermífuga.

Benefícios das folhas e cascas do cajueiro

Muita gente sabe e aprecia as qualidades do caju e da castanha. Seja no preparo de um prato, no suco ou simplesmente saboreando a fruta. Porém, o que é desconhecido das pessoas é a ação benéfica encontrada tanto nas folhas, como também nas cascas do cajueiro. As propriedades que nelas estão contidas auxiliam na recuperação de pacientes com determinadas doenças e na prevenção de outras.

Benefícios do chá das folhas e cascas do cajueiro

Foto: Pixabay

Por exemplo, quando consumido o chá das folhas e cascas do cajueiro, a pessoa trata problemas como tosse, catarro e fraqueza. Isso ocorre porque esse remédio natural fortalece o sistema imunológico. É também um ótimo aliado contra retenção de líquidos, diabetes, hipertensão, úlceras, lepra e cólicas. É também um agente fortalecedor da pele.

Além disso, é conhecido como antioxidante capaz de ajudar na prevenção do câncer de próstata e pulmão. Isso sem contar com a participação essencial na perda de peso, uma vez que este chá auxilia o bom funcionamento do intestino e no controle da saciedade, diminuindo assim a vontade compulsiva de comer.

Receita do chá

Selecione as melhores folhas do cajueiro e pique-as em pedaços pequenos. Repita o mesmo processo com as casas e misture as porções já picadas. Em seguida, coloque um litro de água no fogo e junte a isso duas colheres de sopa da mistura dos ingredientes. Espere ferver e quando atingir o estado de ebulição deixe por mais 10 minutos.

Retire do fogo e deixe abafado por mais 10 minutos, esse tempo também será necessário para deixar o chá em uma temperatura agradável de ser ingerido. Coe a substância e tome sem o acréscimo de qualquer adoçante. O ideal é consumir de três a quatro xícaras por dia, aumentando a possibilidade de cura nos tratamentos.

Observação: Para quem deseja um tratamento externo, é só repetir o processo de preparo do chá e tomar banho com a substância produzida. Outra dica, que vale para eliminar as afecções na garganta, é realizar gargarejos.

Veja mais!