Publicado por André Luiz Melo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A vitamina D é uma das que mais promove efeitos benéficos para o bom funcionamento do organismo humano. Entretanto, há em relação a esse nutriente uma subdivisão com diferenças significativas: trata-se da formação e os efeitos das vitaminas D2 e D3.

É através da síntese natural dos raios solares incidindo na pele que ocorre a produção da vitamina D3 (colecalciferol), a qual constitui um produto secundário da síntese dos conhecidos raios ultra-violeta sobre a pele do corpo. A mesma está presente em abundância na pele de animais e na lã encontrada em ovelhas. Já a vitamina D2, também chamada de ergo-calciferol (ergocalciferol), tem como agentes produtores as plantas e os fungos.

As vitaminas D2 e D3 e seus benefícios para o organismo

Imagem: Reprodução/ internet

Vitamina D2: onde encontrar e seus benefícios

Cereais, leite, ovos, peixes e pães. Eis a lista de alimentos ricos em vitamina D2. Destaca-se entre esses a categoria dos peixes. Espécies como o atum, cavala, sardinha, arenque e salmão são os que mais contêm altos níveis dessa vitamina.

Esse nutriente tem como propriedade principal ser anti-envelhecimento, auxiliando na prevenção do organismo contra inflamações e defendendo as células. Entre as principais substâncias, encontra-se o omega-3 e os ácidos graxos.

O salmão, por exemplo, é um dos conhecidos por conter o maior teor de vitamina D do grupo dos peixes, além de outras vitaminas e nutrientes. A forma grelhada ou assada desse animal é a mais indicada para consumo e obtenção da vitamina D2.

Vitamina D3: alimentos fonte e efeitos benéficos

É a vitamina D3, entre as duas versões, considerada a que mais promove benefícios para o organismo humano. É de responsabilidade desse nutriente realizar a regulação do teor de fósforo e cálcio presentes na corrente sanguínea, sendo fundamental para o estímulo e ampliação dos ossos.

Geralmente, a vitamina D3 é acumulada no chamado tecido adiposo, isso até que o organismo sinta a necessidade de retirá-la para utilização. Esta vitamina é conhecida por ter absorção fácil e simplificada pelos receptores do organismo.

Suplementação à base das vitaminas D2 e D3

Suplementos alimentares, comprimidos ou líquidos. Eis as opções disponíveis desses dois tipos de vitamina D para o consumo humano. Produzida por meio de fontes animais, a vitamina D3 possui vida útil maior que a D2, esta última cujos suplementos são originados de fontes vegetais.

Vale ressaltar que, além desses dois tipos, a vitamina D também se divide entre a D1, D4 e D5. Entretanto, essas são consideradas menos essenciais que as D2 e D3.

Veja mais!