Publicado por Katharyne Bezerra
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A pipoca, por si só, é um alimento bastante nutritivo, tendo em vista que é feita com o milho e carrega consigo todos os benefícios e propriedades deste cereal. Contudo, formas de preparo e outros ingredientes foram adicionados a esta iguaria, como temperos prontos, muito sal, manteiga derretida etc. Consequentemente, a fama de “boa moça” foi retirada da pipoca, devido aos altos índices de calorias e outros malefícios que foram somados a este lanche através das adições citadas anteriormente. Além da salgada, tem também a pipoca doce que é ainda menos benéfica do que a outra opção repleta de aditivos.

Por estas razões, as pessoas acabam descartando a pipoca de sua alimentação e nem nos festejos juninos, que é tradição ter este prato, é aberto uma exceção. Frente a este impasse, o Benefícios Naturais traz para você um modo de preparo saudável de pipoca, para realçar os efeitos benéficos deste alimento. Mas, antes disso, confira o porquê que esta iguaria é importante para o organismo humano.

Benefícios da pipoca

Os efeitos benéficos da pipoca são graças ao seu ingrediente principal, o milho. Este cereal é rico em polifenóis, uma substância que age como antioxidante e por esta razão é aliada das células contra os radicais livres. Estes últimos comprometem o equilíbrio do organismo, uma vez que atuam no intuito de envelhecer de forma precoce o corpo e suas funções, além disso também são responsáveis por doenças degenerativas como o câncer.

Aprenda a fazer pipoca saudável e saborosa para degustar nos festejos juninos

Foto: Depositphotos

Outros antioxidantes podem ser encontrados na composição do milho, são eles: zeaxantina e luteína. Ambos são capazes de melhorar a saúde dos olhos, tornando-se  elementos cruciais na prevenção de catarata e outras degenerações maculares. A Pipoca ainda é um alimento rico em fibras, por isso melhora os processos digestivos e ainda provoca saciedade. Se consumida da forma correta, também pode ajudar a diminuir as taxas de triglicerídeos, colesterol e da glicemia.

Como preparar uma pipoca saudável?

Se você não quer pular a fogueira sem comer pipoca, a dica é apostar em uma forma de preparo mais natural. Para isso, esqueça as pipocas de micro-ondas, pois elas são opções carregadas de sódio e conservantes. Sendo assim, escolha o milho para pipoca orgânico, facilmente encontrado em supermercados. Além do cereal, você vai precisar de óleo de coco.

Assim, coloque em um panela uma colher (de sopa) de óleo de coco e meia xícara de milho. Leve ao fogo, mexa e tampe o recipiente. Após todos os grãos estourarem, retire a panela do fogo e acrescente, no máximo, uma colher (de chá) de sal. Contudo, a opção sem o sódio é mais saudável.

Vale ressaltar ainda que este alimento, mesmo sendo nutritivo, não pode substituir uma refeição do dia. Mas, pode ser uma boa pedida no lugar de algum lanche mais calórico. E é uma comida que pode ser consumida diariamente, porém não deve ultrapassar 20 g por dia, o que equivale à uma xícara e meia de pipoca.

Veja mais!