Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Também conhecido como cúrcuma, gengibre amarelo e açafrão da índia, o tempero açafrão da terra é uma raiz que pertence à família do gengibre, e vem sendo usada no Oriente Médio e na Ásia há mais de quatro mil anos como um poderoso fitoterápico. Apesar de existirem mais de 100 espécies da planta cúrcuma no mundo todo, a que usamos é a cúrcuma longa.

É preciso estar atendo para não confundir o açafrão vermelho com o açafrão da terra. O primeiro é bastante caro – considerado, inclusive, a especiaria mais cara do mundo – e oriundo dos pistilos de uma flor, enquanto o açafrão de que falamos aqui é bem mais acessível.

Benefícios e propriedades do açafrão da terra

O tempero possui ação antienvelhecimento e antioxidante e, segundo pesquisas realizadas na Universidade da Califórnia, é eficaz na redução do risco de ocorrência de Alzheimer. É usada também para proteger contra alguns tipos de câncer, além de possuir ação anti-inflamatória.

Açafrão da Terra para combater o mal de Alzheimer

Foto: Reprodução/ internet

Por ser rica em minerais e vitaminas, é aliada no controle da pressão arterial e para a prevenção de derrames. Pode ser usada como fortalecedora da imunidade por ser rica em vitamina C, e previne anemias, pois é rica em ferro.

Seu consumo é aliado do colesterol equilibrado, dos ossos e dentes além do metabolismo da glicose. A proteína também é uma substância presente, sendo excelente para quem frequenta academia, pois ajuda a desenvolver os músculos. Possui ainda fibras solúveis, regulando o funcionamento intestinal, e é usada para diminuir o risco de leucemia e mieloma múltiplo, além disso combate a depressão, entre outros.

É eficiente também na neutralização dos radicais livres, alivia os sintomas da artrite, ajuda a reparar o cérebro após lesões ou no tratamento de doenças neurodegenerativas como Parkinson e Alzheimer – devido à sua capacidade de impedir a formação dos compostos destrutivos que estão presentes no cérebro nesses casos -.

Combate ainda as acnes por ter propriedades antissépticas e antibacterianas, diminuindo as espinhas e controlando a oleosidade da pele. Para quem quer perder peso, a raiz também é bastante indicada, pois tem ação na inibição da lipogênese, que é a produção de gordura do corpo.

Como e quanto consumir

Se você comprar a raiz inteira, a quantidade indicada é de uma ou duas rodelas por dia. Em pó, indica-se aproximadamente cinco gramas, que equivale à uma colher de chá quando houver algum problema de saúde.

Para pessoas saudáveis, a dose varia, mas é importante usar regularmente, fazendo com que o tempero seja parte de sua rotina alimentar. Insira em sucos, saladas, como tempero em sopas, pães, cozidos, carnes, legumes, entre outros.

Cuidados

É importante consumir a raiz fresca, pois quanto mais fresca mais polifenóis possui. Somente é contraindicada para pacientes alérgicos e não existem riscos no consumo.

Veja mais!