Publicado por Gabriely Araújo
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

A abútua é uma planta medicinal que vem se tornando muito conhecida pelas suas propriedades que ajudam bastante no combate aos problemas que aparecem no período da menstruação, como as cólicas e menstruação atrasada. Ela é semelhante à videira, por ser uma trepadeira, por possuir cachos e também ter o gosto adocicado parecido com as uvas, contudo não deve ser ingerida.

Abútua - Veja as propriedades e receita de seu chá

Foto: Reprodução

A abútua possui também outras propriedades medicinais como diurética, aperiente, tônica, emenagogo, febrífugo, antiblenorrágico e antidispéptico. Ela é indicada também para febres, ácido úrico, inflamações na bexiga, problemas nos rins, anemias, problemas de fígado, dores de cabeça, artrite, problemas digestivos e estomacais e úlceras.

Como usar a abútua?

O consumo da abútua é feito pelas suas folhas e caule, e é indicado na forma de chá, e para prepará-lo basta seguir os seguintes procedimentos:

Acrescente uma quantidade pequena – cerca de 2 gramas – da erva numa xícara com água quente e deixe abafada, em repouso, por um período de aproximadamente 10 minutos. A ingestão do chá deve ser feita 3 vezes ao dia por pacientes com problemas digestivos e estomacais.

Efeitos colaterais

A planta é tóxica e seu uso deve ser acompanhado por um médico. Ela possui alguns efeitos colaterais como a possibilidade de provocar aborto, as substâncias que a tornam tóxica podem provocar sintomas de: pressão baixa, arritmia e taquicardia. É, portanto, contraindicada para mulheres em período de gestação ou amamentação.

É importante deixar o lembrete de que mesmo se tratando de uma planta medicinal, com vários benefícios para o equilíbrio da nossa saúde e o combate de vários males, a abútua possui seus riscos e contraindicações e fica condenado o uso irrestrito da mesma, sem acompanhamento de um profissional especializado no assunto. Não se deve começar um tratamento por conta própria, por mais simples que seja o problema.

Veja mais!