Publicado por Natália Petrin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhe no Whatsapp

Também conhecida como losna, absinto romano, absinto comum, absinto grande, aluína, alvina, amargosa, Artemísia, acinto e acintro, o absinto é uma planta usada há milhares de anos para fins medicinais. De nome científico Artemisia Absinthium, essa planta também é usada na fabricação da bebida de mesmo nome. De sabor amargo, a planta dá origem a um chá que pode ser usado para fins medicinais.

A planta é cultivada por meio das sementes, divisão de touceiras ou por estaquia, e o solo ideal para seu cultivo é algo entre argiloso e arenoso, mas fértil e profundo. Resistente à doenças, a planta é muito fácil de cultivar, mas deve viver sem ervas daninhas por perto, pois essas prejudicam seu desenvolvimento.

A colheita das folhas deve ser feita aos primeiros sinais da formação de futuros órgãos de reprodução. Para melhor conservação, armazene as folhas secas, preferencialmente em caixas de madeira. As folhas podem ser encontradas para venda em lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação.

Absinto - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios

Com óleo essencial, absintina, resinas, tanino, ácidos e nitratos, a planta possui propriedades emenagoga, vermífuga, digestiva, além de atuar na melhora do funcionamento do fígado, do apetite e auxiliar da digestão – nos últimos casos consumir 30 minutos antes das principais refeições. É amarga, aromática – proporcionando sabor aos alimentos -, e ajuda a prevenir flatulências, inchaços e anemia. Pode ser usada também no combate aos problemas digestivos não funcionais, como acidez gástrica, além de distúrbios digestivos e anorexia.

Como consumir?

Para preparar o chá, use duas colheres de café das folhas secas para cada 200 ml de água. Em um recipiente, coloque a água e leve ao fogo. Deixe alcançar fervura, desligue e adicione as folhas secas. Tampe a mistura deixando descansar por um período médio de 10 minutos. Você pode coar e consumir em seguida, sendo que a dose indicada é de duas a três vezes ao dia.

Contraindicações e precauções de uso

A planta e seu chá são contraindicados para mulheres gestantes ou em fase de amamentação. Procure sempre um médico antes de consumir qualquer medicamento.

Absinto, a fada verde

Ao contrário da infusão, a bebida popularmente conhecida como absinto ou fada verde é produzida com a mesma planta, e muito apreciada em diversos lugares do mundo. O poder de gerar alucinações se deve ao fato de a tuiona estar presente no álcool. Quando consumida em altas doses pode sim causar alucinações. No entanto, o chá pode ser tomado tranquilamente, pois somente ao ser destilada produz essa substância.

Veja mais!